shutterstock_328915328

Viagem de 6 dias para Tailândia

Quando escolhemos vir para Tailândia sabíamos que uma das coisas mais caras que íamos pagar seria a passagem de avião, afinal estávamos indo para o outro lado do mundo e a não ser que você pegue uma boa promoção, a passagem vai lhe custar bem caro. Em dezembro (2015) enquanto olhávamos sites de promoção de passagem aérea, vimos uma que nos agradou. A passagem era pra Dubai, ainda não era pra Tailândia mas já estava bem perto. O preço estava muito bom, pesquisamos quanto custava para ir de Dubai para Bangkok e vimos que também valeria a pena. E foi isso que fizemos, compramos ida e volta para Dubai com duas conexões loucas (Canadá e Frankfurt), e compramos uma só de ida para Bangkok (com conexão em Singapura). No Canadá passaríamos o dia inteiro esperando  a conexão para Frankfurt. Em Dubai resolvemos aproveitar e ficar três dias na cidade.

Mas depois de ter comprado tudo certinho e tal, nos veio a pergunta e os vistos? Acho que isso é a pior parte para todas as viagens. No nosso caso iríamos precisar de visto de transito para o Canadá e Dubai.

A partir de agora quem tem visto americano não precisa mais de visto para o Canadá. Isso já nos teria nos safado e poupado uma graninha, mas como a regra começou em Março 2016 e viajamos em Fevereiro, não tivemos essa sorte. O visto de trânsito para o Canadá você pode fazer sozinho, online, solicitando ao Departamento de Cidadania e Imigração do governo canadense, porém, como tínhamos várias coisas ainda pra planejar, decidimos fazer direto pela agência de turismo. Ele demora um pouquinho para ficar pronto, então é sempre bom ver isso com antecedência. Com esse visto de transito você pode ficar 48horas no país.

Canadá ok, e agora então Dubai. Acho que é o visto mais chato que já fizemos. Também fizemos esse visto pela agência de viagens, pelo mesmo motivo: muitas coisas para providenciar. Para você conseguir o visto de Dubai alguém de lá tem que ficar responsável por você, seja um hotel, alguém que more lá ou a companhia aérea. No nosso caso voamos com a Lufthansa que não faz esse serviço, se você estiver voando com Emirates ou com a Qatar é bem mais fácil pois eles já disponibilizam o processo de visto no site deles.

Entramos em contato com a agência, passamos todos os dados solicitados e o nome do nosso hotel que já tínhamos reservado pela internet. Depois de alguns dias a agência nos avisa que o hotel que tínhamos escolhido não fazia esse serviço de visto. E claro que os que fazem esse procedimento são os hotéis mais caros de Dubai. A agência nos passou algumas opções mais em conta e, ainda bem, tinham duas que ficavam em nosso orçamento. Ok, então finalmente tudo certo. Depois de algumas semanas tínhamos nosso visto em mãos.

Depois de ter dado tudo certo descobri que tem como solicitar o visto de Dubai por agências de viagens de lá. No caso além do valor do visto, você precisa comprar um pacote de passeios com eles também. Achei essa uma boa forma, afinal você pode economizar no hotel e fazer um passeio no deserto por exemplo.

Esse foi nosso trajeto até Bangkok. Foi muito cansativo, mas tivemos a oportunidade de conhecer mais dois países incríveis dos quais guardaremos boas recordações.